quarta-feira, 13 de fevereiro de 2008

SEM AÇÚCAR, SEM AFETO

Já bebeu alguma baladinha água com açúcar? Daquelas que te põem em um carro em velocidade numa estrada cheia de curvas, com aquele amor instantâneo que sempre vem misturado aos seus pensamentos?

Pois bem, foi isso que me ocorreu na semana passada, mas resolvi colocar aqui por falta de uma idéia criativa para iniciar estas palavras:

Acordou tarde e cheia de dores. Misturou creme dental à saliva e depois frutas, mel, cereais, café bem forte e comentários breves sobre um assunto a que só dedicara atenção quando estava prestes a findar.

Nos últimos dias havia pensado nas coisas de sempre, nas bobagens que se fala só para o silêncio não ser o dono das rédeas. Se bem que realmente fazia calor e... Nossa! Como o tempo está passando rápido, já estamos em...

Fora as pancadas que suas músicas favoritas provocavam, não contemplara nada de novo. No sentido de repetição nem tampouco de algo inédito.

Então, anotou rapidamente: Uma canção água com açúcar...

Percebeu que imaginar era melhor do que pensar.

2 comentários:

Lívia Russo disse...

Ninguém fez seu doce predileto?
:(
Muitas vezes me vejo assim...uma baladinha água com açucaaar....eu preciso é de vodka!
aaaaaaahhhhhhh...
oh, agora eu tbm sou da UFAL, tá sabendo? xD~
Companheira de curso!
e tbm novidade é que lá no meu blog todas as quartas tem um m amigo meu que vai escrever, tipo uma coluna!
mas sexta feira eu to fazendo meu post...se vc quiser dar uma olhada, tá???
=*****************
Aqui, lindo como sempre!

Pedro Lima disse...

Água com açúcar, propriedades terapêuticas!!!